Um Deus Apaixonado

Um Deus Apaixonado

“Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Pois Deus não enviou o Filho ao mundo para condená-lo, mas para que o mundo seja salvo por ele” (João 3, 16).

Deus nos criou por amor e nos amou a ponto de por mim e por você enviar ao mundo seu único Filho. De fato, a vida de Jesus, sua paixão e morte são um presente, um dom de Deus para a humanidade.
Ao nos criar, Deus nos dotou de inteligência e liberdade, para que pudéssemos escolher entre o bem e o mal, infelizmente fizemos a escolha errada, e então entrou no mundo o pecado, que nos separou da presença de Deus.

A humanidade separada de Deus e sem méritos para se achegar a Ele precisava de um salvador; de alguém com méritos infinitos para nos unir novamente a Ele. Então de tal modo Deus nos amou, “quando estávamos mortos em conseqüência de nossos pecados” (cf. Efésios 2, 5), que por nós enviou ao mundo seu Filho Jesus Cristo.

Jesus, este nome corresponde ao hebraico “Yeshua”, que significa “Deus salva” e, de fato, o significado do nome de Jesus revela sua missão: salvar a humanidade da morte e do pecado. Ao se encarnar no ventre de Maria, Jesus assume a nossa condição humana, tornando-se igual a nós em tudo, exceto no pecado. A encarnação realiza a nossa redenção, nos elevando em dignidade.

Por sua paixão e morte na cruz, somos salvos, resgatados, do pecado por um alto preço do pecado.  Assim nos descreve a Carta de São Paulo aos Colossenses 3, 13: “É ele que nos perdoou todos os pecados, cancelando o documento escrito contra nós, cujas prescrições nos condenavam. Aboliu-o definitivamente, ao encravá-lo na cruz. Espoliou os principados e potestades, e os expôs ao ridículo, triunfando deles pela cruz”.

Ainda o Documento de Aparecida em seu número 380 nos diz: “A Igreja sabe, por revelação de Deus e pela experiência humana da fé, que Jesus Cristo é a resposta total, superabundante e satisfatória às perguntas humanas sobre a verdade, o sentido da vida e a realidade, a felicidade, a justiça e a beleza”.

Querido irmão, hoje, eu te convido a aceitar Jesus Cristo de forma definitiva em sua vida, proclamando-o como seu único Salvador. Ele é a resposta total e definitiva dada por Deus para todos os questionamentos de sua vida.



Lázaro Praxedes
Núcleo Nacional do Ministério de Pregação











Fonte: http://www.rccbrasil.org.br/espiritualidade-e-formacao/index.php/artigos/1185-um-deus-apaixonado